Roberto Alexandre

Talento emergente no Longboard.

É um dos talentos emergentes do Longboard por Santa Cruz e também uma das presenças regulares dos Longboard Dancing Sunset Sessions que a Associação Sealand tem vindo a realizar desde 2017 na emblemática Esplanada Antero de Quental.

RAIO X 
Nome… Roberto Alexandre.
Idade… 15 anos.
Longboard… É a melhor terapia que existe.
Uma comida… Bolonhesa.
Uma bebida… Sumol de laranja!
Um filme… Velocidade furiosa.
Um livro… Os filhos da droga.
Um destino… Los Angeles.
Uma música… “Yosemite” de Travis Scott.


Um sabor… Morango.
Inspiração… Aboubakry Seck.
A melhor ride… Evento em Lisboa na Avenida da Liberdade.
A maior queda… A fazer downhill pela Ericeira, uma loucura!
A maior onda… Nunca fiz surf, mas é um objetivo conseguir fazer.
O maior sonho… Participar num evento em Paris (So You Can Longboard Dance).
1 desejo em 5 segundos… Levar Portugal mais longe com o longboard.
Poluição… Devia ser o problema mais prioritário e não ignorado.

Longboard e Santa Cruz são duas palavras que me enchem o coração, a junção dos dois faz-me sentir livre e capaz de ultrapassar todas as barreiras para ter sucesso!


Heróis… Para mim são a base da vida que leva a nossa sociedade.
Guerra dos sexos… Somos todos iguais e ambos conseguimos ser incríveis naquilo que fazemos. Ambos conseguem surpreender cada um de nós quando menos esperamos.
Amizade… É aquilo que une o nosso sucesso e bem-estar, sem ela eu teria possivelmente desistido do longboard.
Está certo… Construir cada vez mais ciclovias pelas cidades.
Está errado… Só alguns países agirem contra a poluição…
Mensagem na garrafa… Segue aquilo que tu sentes, pois tu és capaz e todos os que te amam estarão lá para te apoiar.
Ser Sealander é… Ser o coração de Santa Cruz.