Miguel Blanco renova título de campeão nacional de surf

Dia de tubos épicos para decidir as contas do título.

Miguel Blanco conquistou no fim de semana o título de campeão nacional da Liga MEO Surf, a principal prova do surf nacional, repetindo o feito que já tinha alcançado em 2018. As contas do título ficaram decididas num dia em que Carcavelos proporcionou ondas excelentes e tubos épicos no Bom Petisco Cascais Pro, a quinta e última etapa do circuito.

Apesar de partir em desvantagem pontual no ranking, a conquista de Blanco começou a desenhar-se logo de manhã, após a eliminação precoce do líder Tomás Fernandes na 2.ª ronda. A partir daí, o jovem surfista do Estoril tinha via aberta para o título, mas precisava de chegar até à final da etapa.

Bom Petisco Cascais Pro Resumo dia 1

Emoções fortes em Carcavelos e uma ondulação sempre a crescer no primeiro dia do Bom Petisco Cascais Pro. #ligaMEOsurf

Publicado por Associação Nacional de Surfistas em Quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Ao longo do dia, Blanco foi superando heat após heat, com muita emoção à mistura. Depois de eliminar Filipe Jervis nos quartos-de-final, todas as decisões ficaram marcadas para o embate das meias-finais frente a João Kopke. E foi com uma vitória dramática frente a Kopke, após uma disputa super equilibrada, onde o resultado final só foi conhecido já com ambos na areia, que Blanco carimbou o segundo título da carreira, garantindo ainda a presença na final do Bom Petisco Cascais Pro.

“Foi um dia bem comprido em que tive de jogar tudo em cada heat”, começou por afirmar Blanco, de 23 anos, após a conquista. “Tinha de chegar à final para renovar o título e isso não era uma tarefa assim tão fácil de concretizar. Este último heat foi muito renhido e houve muita emoção no final, o que tornou tudo muito especial. Estou muito contente por mais este título. Há dois anos nem sequer tinha vencido uma etapa e, agora, sou bicampeão nacional”, frisou.

À parte da decisão do título nacional, os restantes surfistas ofereceram um espetáculo único dentro de água, com vários tubos ao longo do dia que foram pontuados na casa da excelência, ou seja, acima de 8 pontos num máximo de 10. Destaque para Luís Perloiro, que roçou a perfeição com um tubo incrível para a esquerda que foi pontuado com 9,75 pontos e que o ajudou a eliminar o tetracampeão nacional Vasco Ribeiro nos quartos-de-final.

Dia épico e com muita emoção em Carcavelos no Bom Petisco Cascais Pro, que decidiu o título de campeão nacional da #Ligameosurf

Publicado por Associação Nacional de Surfistas em Sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Miguel Blanco (Estoril Praia) e Teresa Bonvalot (Sporting CP) acabaram por conseguir performances de elevado nível para vencer aquela que já é considerada uma das melhores provas da história da Liga MEO Surf.

Na prática, esta foi a terceira vitória de Teresa Bonvalot na Liga em 2019, acabando a temporada como vice-campeã nacional. Só mesmo a incrível prestação de Yolanda Sequeira (CNPTM), que já se tinha consagrado campeã em agosto e que também contou com três triunfos no circuito, mas tendo a vantagem de ter mais três finais realizadas, acabou por retirar a possibilidade de Teresa ser campeã nacional, tal como já havia feito em 2014 e 2015.

Já Guilherme Fonseca e Tiago Santos, que representam a Associação Sealand ao nível competitivo, despediram-se de prova nas rondas 3 e 2, tendo ficado, respetivamente, em 13.º e 28.º lugar do ranking final da Liga 2019. 

Final masculina: Miguel Blanco 16,10 x Luís Perloiro, 12,50 pontos

Final feminina: Teresa Bonvalot 15,25 x Yolanda Sequeira 15,00 pontos