Medidas de contigência para o Surfing 

Comunicado da FPS. 

 

 

Comunicado da Federação Portuguesa de Surf: 

A Autoridade Marítima e Delegação de Saúde, após consulta da nossa filiada Associação Nacional de Surfistas, informou todos os surfistas que a definição de “aglomerado de pessoas” descrita na declaração de Estado de Emergência é agora de “duas pessoas” e que a liberdade de circulação fica restrita às “imediações da residência”. Ou seja, o Surfing está interdito.

Qualquer violação a estas diretrizes está sujeita a sanções por parte das forças de segurança (PSP, Polícia Marítima, GNR e Polícia Municipal) e configura uma violação enquadrável na moldura penal de crime de desobediência.

A Federação Portuguesa de Surf recomenda a todos os seus associados e surfistas em geral que respeitem escrupulosamente a quarentena e as medidas do estado de emergência e não coloquem a sua saúde e a saúde de outros em risco.

Quanto mais rigorosos e solidários formos na obediência a estas regras mais depressa sairemos todos desta situação sem precedentes.

Cumpram as regras, para o vosso bem e para o bem dos outros!

#FiqueEmCasa