Joana Schenker: “A onda de Santa Cruz é muito boa para Bodyboard”

A Sealand aproveitou o regresso do circuito nacional de bodyboard para falar com a primeira e única bodyboarder nacional a vencer um mundial.

Foi no início deste mês que Santa Cruz recebeu a segunda etapa do circuito nacional de bodyboard, uma prova que já não passava pela nossa terra há algum tempo. O entusiasmo foi partilhado pelos bodyboarders locais, mas não só. “Foi uma pena quando esta prova deixou de fazer parte do nosso calendário. Portanto, sejam novamente bem-vindos e fiquem desta vez! A onda de Santa Cruz é muito boa para bodyboard”, disse-nos Joana Schenker, enquanto conversávamos.

​Joana é filha de pais alemães, mas nasceu na Costa Vicentina, em Sagres.  Começou no bodyboard aos 13 anos e nunca mais parou. Hoje tem quatro títulos europeus, quatro títulos nacionais e é a primeira e única portuguesa com um título mundial na modalidade. “É uma grande honra e uma grande responsabilidade. Fico muito feliz pelo bodyboard português. Claro que a nível pessoal foi um excelente resultado, mas mesmo pelo desporto em Portugal acredito que tenha ajudado a contribuir para elevar a fasquia. O bodyboard em Portugal tem atletas com muito talento e já merecíamos um título mundial. Espero que isto contribua não só para mim, mas para o bem da modalidade e que outros atletas queiram ir lá fora tentar a sua sorte.”

​Grande atleta, bonita e humilde são três características que a distingue bem. Acredita que o Bodyboard feminino “está no bom caminho” e que as mulheres “estão a apostar em manobras mais avançadas e em ondas perigosas”. “Já estava na altura de haver este ‘boost’ de novos talentos e acho que os próximos anos vão ser fortes para o bodyboard feminino”, reforça.

​Já venceu a primeira etapa na Costa de Caparica e veio a Santa Cruz fazer dobradinha. O objectivo é sempre o mesmo: ganhar e não perder o foco. “Tivemos boas ondas em Santa Cruz, com força, e vimos grandes manobras de todos os atletas. Estou muito contente por voltar a Santa Cruz”. Mesmo não conseguindo surfar muitas vezes no mar de Santa Cruz, esta é a altura que Joana Schenker mais gosta da Vila…onde tudo é “mais calmo”, pois até ela sabe que “no verão é uma loucura”.

​A próxima etapa do circuito de bodyboard feminino é no dia 30 de julho, em Ílhavo. O Open e Dropknee será em Peniche, nos dias 22 e 23 de Setembro. Até lá, Joana não vai parar e há etapas do mundial para cumprir!

​Enquanto esperamos por mais acção no palco nacional, recordamos novamente alguns dos melhores momentos da etapa em Santa Cruz.