Gui Fonseca conquista medalha de cobre no mundial de surf

Prova terminou no fim de semana.

Portugal alcançou o quarto lugar no Mundial da ISA que terminou no fim de semana em Huntington Beach, Califórnia. Uma classificação incrível, só ultrapassada pela campeã Austrália, pelos EUA e França.

Portugal alcançou um honroso quarto lugar no Mundial de Surf com Guilherme Fonseca (na foto), atleta que a nível federado representa a Associação Sealand Santa Cruz, a alcançar também a medalha de cobre para o quarto melhor surfista masculino da competição.

Guilherme congratulou-se com a medalha de cobre referente ao quarto lugar, confessando que veio em boa altura na sua carreira: “Fui para a Indonésia durante dois meses para treinar e optei por não competir nos QS. Cheguei a este Mundial com bastante ritmo, mas não estava a ter bons resultados. Felizmente, as coisas foram mudando e fui acreditando cada vez mais. Não fiz a final que queria, mas preparei-me muito durante o ano longe das câmaras e fui muito criticado por quem não via o meu trabalho. Contudo, o Desporto é assim e eu vou continuar a ser eu mesmo, a trabalhar para representar Portugal. Tenho 25 anos e muito para dar.”

João Aranha, presidente da Federação Portuguesa de Surf e líder da comitiva, fez o balanço final, afirmando que este “Foi um campeonato muito duro, mas a Seleção esteve ao mais alto nível e mostrou uma entrega extraordinária. Infelizmente, tivemos a lesão da Teresa que a afetou muito e à equipa. O quarto lugar soube-nos a pouco, mas para o ano há mais, no Mundial ISA de El Salvador, onde vão ser discutidas as vagas olímpicas regionais [para os melhores surfistas de cada continente] e voltaremos ainda mais fortes. Isto não acabou aqui.”

Parabéns, Gui! Parabéns, Seleção!