Bernardo Tomé

Team Bodyboard. 

Apesar de Santa Cruz ainda não ter produzido nenhum campeão nacional para a modalidade, os bodyboarders locais são conhecidos pelo talento e apetência para ondas de consequência. Um dos mais versáteis deste lote é Bernardo Tomé, de 31 anos, que nos confessou:

Sou o que sou hoje por causa do Bodyboard e das pessoas que conheci através dele. O Bodyboard é um desporto aquático sem fronteiras, que muitos amam e outros desprezam! Um desporto onde nascem as amizades mais fortes e duradouras, onde os momentos de adrenalina são dos mais intensos que há.

O ABECEDÁRIO DE…

A (á) de… Aéreo.
B (bê) de… Bodyboard.
C (cê) de… Cave.
D (dê) de… Dropknee.
E (é) de… Êxtase.
F (éfe) de… Frenético.
G (gê) de… Grave.
H (agá) de… Hola!
I (i) de… Independente.
J (jóta) de… Jóias de Moços de Santa Cruz.
K (capa) de… Kalanga.
L (éle) de… Livre.
M (ême) de… Maravilhoso.
N (êne) de… Não.
O (óh) de… Outubro.
P (pê) de… Pato.
Q (quê) de… Questões.
R (érre) de… Raro.
S (ésse) de… Surfar!
T (tê) de… Tempo.
U (u) de… Uivar.
V (vê) de… V-Land.
W (dâblio) de… Wonder.
X (xis) de… X-Men.
Y (ípsilon) de… Yupiiii!
Z (zê) de… Zarolho.

No Bodyboard continua-se a desbravar as ondas mais insanas do planeta por pura diversão e adrenalina sem os holofotes da ribalta. Se isto não é um desporto de soul surfers então não sei o que é…


Sequência no topo de Vanlife Productions