A fusão destas paixões reflecte-se nas suas esculturas. Gaston usa a madeira, Johny usa o gesso. Mas o que procuram recriar é o mesmo: ondas perfeitas.

 

Gaston Bilobrowka, arquitecto e artista,,  tem 27 anos e vem de  Buenos Aires, Argentina. O gosto de trabalhar com madeira fez dele um carpinteiro e artista autodidata. Suas ondas tem corrido o mundo. assim como o mundo serve de inspiração para as suas criações, Teahupo’o, Padang Padang e Mavericks são alguns exemplos. Mesmo recriando-as diferente vezes, o resultado nunca é o mesmo, como as ondas do oceano.  “Acredito que madeira e ondas têm imenso em comum, dão-se bem.“ acrescenta Gaston.

 

Do outro lado da mesa: Johny Vieira, 29 anos, local da nossa praia de Santa Cruz. Treinador e Juiz de Surf, Artista e Surfista no seu tempo livre.Começou a esculpir as suas ondas em 2013.  Feitas de dois componentes principais – madeira, troncos encontrados à deriva do mar, ou provenientes da floresta, e gesso. O processo de criação é 100% manual, e demora dias até que surge a peça final,dando-lhe um valor único e inigualável. Com estas peças, Johny pretende transmitir  aquele bombeamento de emoções, quando chegamos à praia e as ondas estão épicas e prometem aquela felicidade surf ininterrupto … uma sensação que todos os amantes de ondas conhecem.

Aparece, com certeza que não vão faltar ondas!